Reitoria do UNIFEB destaca equilíbrio financeiro e valorização do corpo funcional como conquistas do primeiro ano de gestão
Home Reitoria do UNIFEB destaca equilíbrio financeiro e valorização do corpo funcional como conquistas do primeiro ano de gestão

Reitoria do UNIFEB destaca equilíbrio financeiro e valorização do corpo funcional como conquistas do primeiro ano de gestão

E-mail Imprimir PDF

 

 

Nesta quinta-feira, dia 07, a atual reitoria completa um ano de gestão à frente do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos, UNIFEB. A data foi lembrada em balanço de gestão feito pelos integrantes da reitoria à imprensa, onde foram destacadas diversas conquistas, entre elas o equilíbrio financeiro, a valorização do corpo funcional, parceria com programas de fomento ao ensino superior e também o lançamento do Programa de Formação Complementar.
O reitor do UNIFEB – Reginaldo da Silva, mensurou a situação encontrada no início de 2012.”Quando assumimos havia um clima de insegurança por parte dos funcionários e também uma instabilidade financeira em virtude da construção de um prédio de cerca de 6 milhões e de dívidas tributárias. Hoje, com um trabalho coletivo, conseguimos equilibrar esta situação”, disse. O reitor mencionou o pagamento de dissídios atrasados como forma de valorizar os funcionários da instituição e também parceria firmada com o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (PROIES), que possibilita às instituições de ensino superior particulares quitar até 90% das dívidas tributárias por meio do oferecimento de bolsas de estudo, sendo esta parceria uma forma de solucionar a dívida de aproximadamente R$ 50 milhões advinda do não pagamento de tributos sob o fundamento de que a fundação era pública. Como a Lei Complementar Municipal 154 / 2011definiu a natureza jurídica de direito privado, o UNIFEB pôde resolver esta questão.

 
A pró-reitora de Graduação Sissi Kawai Marcos, falou das ações que estão sendo realizadas em prol dos alunos, entre eles o investimento de cerca de R$ 500 mil em bibliografias, investimentos em equipamentos industriais para o curso de Engenharia Mecânica, em salas de aula e áreas comuns do campus, além de outras estratégias para elevar a qualidade de ensino do UNIFEB, totalizando mais de R$ 1,2 milhão em investimentos.

 
A pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa – Fernanda Scarmato de Rosa tratou as conquistas que a instituição vem tendo na área de pesquisa como “Amadurecimento Científico”. Fernanda mencionou diversas conquistas de bolsas de pesquisa no Brasil e exterior. Já a pró-reitora de Extensão e Cultura – Maria Paula Barcellos de Carvalho explanou sobre o crescimento e a ampliação de cursos de extensão, citando como exemplo a descentralização do curso preparativo para vestibular que deve ocorrer neste ano. O superintendente de administração e finanças –Wander Furegatti Ramos Martins, finalizou ressaltando o empenho do setor em concluir a instalação de um software de gestão para que todos os setores da instituição tenham suporte para continuar evoluindo.

 
UNIFEB institui Programa de Formação Complementar

 
Com o intuito de aperfeiçoar a qualidade de ensino, a Reitoria do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB) acaba de instituir o Programa de Formação Complementar (PFC), um programa de formação que, além de inovar no processo de aprendizagem, tem o intuito de reduzir as deficiências que os alunos apresentam ao ingressarem na graduação, principalmente em aspectos relacionados ao raciocínio lógico / matemático e interpretação e produção de texto.

 
A iniciativa resultou da avaliação da qualidade de conhecimento do aluno ingressante e do egresso nos últimos anos no UNIFEB. Antes o número de alunos estava entre as prioridades, hoje a gestão atual da Reitoria aposta na qualidade do ensino, por isto está investindo neste programa de disciplinas obrigatórias e optativas semestrais. As disciplinas são oferecidas em diversos níveis de complexidade, cujos conteúdos podem complementar a formação curricular regular dos 26 cursos da instituição. Elas podem ser cursadas de forma presencial, semipresencial e à distância nas quatro grandes áreas do conhecimento (Saúde, Exatas, Humanas e Agrárias).

 
O PFC será oferecido a partir de março à alunos, ex-alunos e público externo. A disciplina cursada no programa será considerada, dependendo do caso, como extracurricular, cursos de extensão ou cursos livres. A adesão ao PFC é facultativa ao aluno, podendo se matricular em um grupo de disciplinas (módulo) ou em disciplinas isoladas.
 
Neste primeiro semestre, serão oferecidas as seguintes disciplinas obrigatórias pelo PFC: “Como Aprender”; “Informática”; “Inglês” – em parceria com a escola Ginaldo & Partners Escola de Idiomas, que deslocará professores para aulas no campus da instituição; “Língua Portuguesa”; “Planejamento de Carreira”.

 
As disciplinas optativas são “Gestão da Qualidade”, “Aptidão Física” e “Libras – Língua Brasileira de Sinais”.

 
Fotos em anexo: Nivaldo Júnior. 



  


 
Fonte: Cia. da Mensagem
Última atualização ( Qui, 07 de Março de 2013 09:38 )